Pesquise no Blog

Assinar Feed Assinantes

Seguir no Twitter Seguidores

Artigos publicados Artigos

Comentários recebidos Comentários

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

10 protagonistas que NÃO são um pé no saco

O Site oseriestv.com fez uma lista com os 10 protagonistas que NÃO são um pé no saco
 

10_Tony 
Tony Stonem (Nicholas Hoult) em Skins {primeira geração}
Tony é exatamente o tipo de personagem que eu gosto! Completamente adverso à todas as regras, seguindo as suas próprias regras e mudando sempre que deseja. É verdade que na segunda temporada, Tony foi passado para trás, e perdeu bastante espaço na trama para Cassie, mas durante toda a primeira temporada Tony foi o grande astro da história.
Suas atitudes impensadas, suas decisões mal tomadas, além de suas teorias completamente sem sentido, completavam o personagem… Pode até ser que Nicholas Hoult não tenha sido grandes coisas no papel de Tony, mas o personagem em si, compensou qualquer falha técnica que Nicholas pudesse ter tido. No final, tivemos um grande resultado, e temos um personagem que dá saudades ao se lembrar. Por isso merece esse décimo lugar.


9_Patrick 
Patrick Jane (Simon Baker) em The Mentalist
Se The Mentalist é o último grande sucesso da tv americana, pode acreditar que a maior parte dos méritos se deve à Simon Baker que conseguiu conciliar-se quase que perfeitamente com o papel do mentalista/psíquico investigador Patrick Jane.
Mas nem só Simon merece créditos, é de se louvar quando o criador de uma série – principalmente de uma série policial – consegue adaptar seu protagonista a todos os sentimentos possiveis, como ao humor – com que Patrick Jane trata seus casos – ou o ódio – quando seu caso envolve o seu arqui-rival Red John – . Por isso então Simon Baker merece esse nono lugar.
8_Ted 
Ted Mosby (Josh Radnor) em How I Met Your Mother
É bem verdade – e quem assiste sabe – que Ted não é o centro das atenções nos episódios, e muito menos aquele personagem que rouba a cena. Mas queira ou não queira, Ted é o protagonista da série, que conta como Ted conheceu a mãe de seus filhos – dai o nome, How I Met Your Mother – e apesar de sempre ficar atrás no quesito carisma de Barney e/ou Robin, Ted não pode ser considerado um pé no saco.
Ele pode não nos arrancar gargalhadas a cada cena, como Neil Patrick Harris na pele do Barney, mas sem dúvida nenhuma, Ted é sim um personagem essencial na história e muito bem interpretado por Josh Radnor. E é por isso que Ted recebe a oitava colocação, e muito merecidamente, diga-se de passagem.
7_Chuck 
Chuck Bartowski (Zachary Levi) em Chuck
Chuck talvez seja o personagem mais fácil de se gostar nessa lista. Um personagem com um humor leve, princípios, coragem, apaixonado… Não tem como alguem dizer que Chuck é um pé no saco.
Zachary Levi conseguiu se ligar bem a essa pegada nerd que a série tem, e o casamento do personagem com o ator foi perfeito nessa situação. Creio que não há quem discorde dessa opinião… A não ser que você seja da FULCRUM, dai teria motivos de sobra para discordar ;D
6_Sookie 
Sookie Stackhouse (Anna Paquin) em True Blood
Se me perguntassem até metade da primeira temporada, eu diria sim com todas as letras “Sookie é uma protagonista pé no saco!”. Mas impressionantemente, por méritos não só da personagem, como até mais da atriz, Sookie simplesmente conseguiu dar um giro de 360° na minha opinião.
A garçonete de Bon Temps e seus charmosos dentinhos separados me conquistaram de maneira inexplicável. Talvez pela coragem que a personagem subitamente criou, e até mesmo suas birras com Eric e até mesmo com Bill durante a segunda temporada… Não sei explicar, mas tudo que posso lhes dizer, é que Sookie já não é mais um pé no meu saco, mas por já ter sido um dia, não consegue uma colocação melhor do que poderia, ficando assim com o sexto lugar.
5_Jackie 
Jackie Peyton (Edie Falco) em Nurse Jackie
Séries na showtime são praticamente sinonimos de grandes protagonistas – tanto que é o canal com mais presenças nessa lista – e em Nurse Jackie não poderia ser diferente. Protagonizada por Edie Falco, a série conta a história de uma enfermeira viciada em remédios, que simplesmente é como a grande maioria das pessoas – leia-se falsa moralista, mentirosa e etc – porém muito dedicada ao trabalho e a suas filhas.
É contraditório, mas é assim a personagem. E talvez por esse nivel de complexidade Jackie seja uma personagem tão, mas tão especial para mim. Ela mostra a real natureza dos seres humanos, que no fundo são podres e politicamente incorretos, mas que sempre usam uma mascara sorridente para “aliviar” um pouco mais o mundo.
4_House 
Dr. Gregory House (Hugh Laurie) em House
House é tão complexo quanto Jackie que eu citei anteriormente, e suas similaridades são notórias a qualquer um que já assistiu as duas séries algum dia. Mas em um determinado ponto, House supera Jackie. No humor.
House tem uma humor afiado, sarcástico e sua aparente displicência quando um caso é “pouco interessante” o fazem um personagem digamos mais carismático a quem observa inicialmente.
3_Gilmores 
Lorelai Gilmore (Lauren Graham) e Rory Gilmore (Alexis Bledel) em Gilmore Girls
Não há como falar de uma sem falar da outra. A química perfeita entre as personagens ditava a qualidade do programa, e conseqüentemente mostrava o quanto duas protagonistas bem escritas podem fazer a diferença numa série.
A principio, a premissa da série não tem nada demais, mas basta ver alguns episódios para você se apaixonar. Podem ter certeza, essa série eu quero ter completa na minha estante – e espero que o quanto antes – e grande parte dessa minha paixão pela série se deve a ninguém mais que às suas duas protagonistas, que merecem igualmente um lugar nessa lista, e no minimo no top3.
2_Dexter 
Dexter Morgan (Michael C. Hall) em Dexter
De toda a lista, Dexter é sem dúvida o personagem mais complexo de todos. Dexter conseguiu um feito incrivel, que foi conseguir transformar um serial killer em um herói aos olhos dos telespectadores, e até mesmo seus comentários frios consigo mesmo parecem engraçados ao nosso ponto de vista.
Por toda essa complexidade do personagem, deixa-lo de fora da lista para mim seria algo inadmissível. Além do personagem, quem merece mais do que todo reconhecimento que já tem é Michael C. Hall. Ele assumiu definitivamente o personagem, e chegou-se num ponto onde ficou impossível imaginar outro ator qualquer na pele do nosso querido serial killer “do bem”.
1_Nancy 
Nancy Botwin (Mary-Louise Parker) em Weeds
Ver uma mãe, assumindo tudo em casa – em especial as despesas – após a morte de seu marido e passando por cima de tudo e todos para cuidar de seus filhos é no minimo algo digno de citação. Está certo que ao longo das temporadas Nancy Botwin se perdeu e agora faz parte de um universo bem maior do que a pacata Agrestic City, e está certo também que nas duas últimas duas temporadas, os filhos de Nancy cuidam mais dela, do que ela deles, mas ainda sim, como esquecer da divina Nancy Botwin que vendia drogas em jogos de futebol do filho para pais desocupados.
Manter as aparências para os vizinhos durante as três primeiras temporadas não foi algo fácil, e são por essas três primeiras temporadas, onde vimos uma mãe leoa cuidando de seus filhotes indefesos com unhas e dentes do jeito que podia que eu não posso deixar de dar o título para aquela que para mim é sim a melhor protagonista de todas as séries que assisto e já assisti.
Nancy nunca foi uma pessoa que se preocupasse com caráter, e por diversas vezes já esteve em situações quase que sem escapatórias – só relembrar o finale da segunda temporada que temos certeza disso -, a forma como deu a volta por cima por muitas e muitas é admirável.
E é por esse motivo – e por muitos outros – que eu acho mais que justo dar o primeiro lugar da lista para Mary-Louise Parker, que coloca na prática um personagem que para ser bem escrito precisaria descer alguns degraus, porque Nancy é uma personagem que está acima disso.

***
E você, concorda com a lista?

Um comentário:

  1. Quase concordo ...

    Acho que o Zachary (Chuck) devia estar em uma posiçao melhor neah

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails